terça-feira, 27 de setembro de 2016

DONA MILAGRE


Texto de autoria de Alceu Natali com direito autoral protegido pela Lei 9610/98. LEIA O TEXTO AO SOM DA MÚSICA DO VÍDEO POSTADO NO FIM. Sem ela, a vida seria um erro (Friedrich Nietzsche)

Um olhar penetrante e estático, Lábios vincados e finos, Colados um no outro, A exprimir sua percepção incoercível, De um espírito de muita luz, E à distância, Uma voz de ouvir falar, Com sotaque estrangeiro, Dá conta de que o fruto só cai da árvore quando está maduro, E a espera causa inquietação, Porque alma que morre em guerra é muito sofrida, E a tempo e a hora, O carpo crescido, Mas imaturo, Aventura-se em mais uma leviandade, Mais uma irresponsabilidade oportunista, Para matar uma curiosidade egoísta, Faz uma visita jamais esperada, Sem nenhum propósito, Para saber se os humildes olhos de outrora têm algo mais a dizer, Para saber se as vozes inconscientemente estrangeiradas tem algo de novo a revelar, E os lábios vincados se descolam para se queixar, De perseguições invisíveis que estão sempre a lhe atormentar, Um ensejo para prolongar os encontros à espera de manifestações espontâneas, Em troca de caridade material e eloquência intelectual, Às quais é concedido algo exclusivo, Uma revelação doentia, Jesus já voltou e se pode falar com ele todos os dias, E em troca nada se cobra, Se pede apenas um favor, Consolar um casal inconformado com a perda do filho em tenra idade, Porque ninguém acredita no que sai da boca de fala mansa e dos olhos parados, Dementes e videntes, Mas a loquacidade não quer e não sabe alentar, E o olhar pungente e os lábios finos ajuntam palavras que encarecem as providências, A verdadeira caridade vem da palavra que conforta e alivia, Vale muito mais que a material, E esta última, Vinda de voz próxima e testemunhada, Dá conta de que jamais foi retida, Mas dividida entre aqueles com corpos mais carentes que os espíritos, Uma lição de moral vinda de uma esquizofrênica, Mais humana do que todos que parecem e fingem ser.