sexta-feira, 30 de setembro de 2016

SILVANA FAZ FALTA AO MUNDO


Texto de autoria de Alceu Natali com direito autoral protegido pela Lei 9610/98. LEIA O TEXTO AO SOM DA MÚSICA DO VÍDEO POSTADO NO FIM. Sem ela, a vida seria um erro (Friedrich Nietzsche)


O que te proponho não é mister, Entre neste sonho quando lhe convier, Nada te prometo que eu não possa dar, O que te ofereço é poder te amar, Sonhe dentro de mim, Acompanhe todo enredo até o fim, E encontrará no seu sono apenas paz, Dorme um amigo, Acorde o que está preso e em perigo, E terá em sua existência o bom sonho que nunca se desfaz, Aqui se raia o sol só para você as 24 horas do dia, Aqui se ensaia em bemol só para você as 7 notas da melodia, A noite só chega para que você possa ver estrelas como luzes matutinas, O acorde só arpeja para que você possa ouvir os sons em claves femininas, Teu mar embravecido aqui é reflexo de calma que se reza, Teus vagalhões como montanhas que despedaçam-se com fúria nas falésias maciças aqui tornam-se mãos suaves e gentis que te erguem ao alto de um precipício e põem tuas pernas a dançar, Teu olhar entristecido aqui é espelho da alma que se embeleza, Tuas inquietações como rajadas que amedrontam-se com terror nas tempestades da vida aqui tornam-se brisas finas e puras que te sopram corpo acima e põem seu espírito a flutuar, O que te infundo não é simples fantasia, Desperte para o mundo mesmo em época tardia, O que desejo é ver você feliz, O que almejo é ser seu aprendiz. 

video