sexta-feira, 30 de setembro de 2016

CILENE

Texto de autoria de Alceu Natali com direito autoral protegido pela Lei 9610/98. LEIA O TEXTO AO SOM DA MÚSICA DO VÍDEO POSTADO NO FIM. Sem ela, a vida seria um erro (Friedrich Nietzsche)

Você tem três cidades para visitar, E três anos para se ausentar, Não para folgar por tabernas, Nem para existir por mil anos, Apenas para lembrar uma entre os rios de vidas eternas, E meditar um entre as florestas de arcanos, Você tem um par de sapatos a ser tirado, Um busto reclinado para a frente em sinal de respeito, Um silêncio absoluto a ser observado, Um par de palmas de mãos coladas junto ao peito, Livre eternamente da voz extrema de meus lábios insípidos, Feito desfiladeiro escavado, Que repetia por longos tempos e tamanhos indefinidos, Prolixidades que você ouvia com o coração solícito e em sigilo desassossegado, Leve consigo minha paráfrase de uma estrofe antiga, Minha última apoquentação para quem nunca tive como irmã e amiga, No céu líquido das noites de verão, Levanto-me tarde na escuridão, Para ser a única estrela, A mais brilhante, Que sua grandeza espelha, Sonhando transformar uma pedra bruta num diamante, Insuspeito da imortalidade de seu Pai, Porém neste inverno diuturno que castiga, Rebaixo-me para você como o malvado cão que sou, O prodígio que todo mal atrai, Trazendo febre e suor para a sofrida humanidade que me adotou, Você tem mais indignação do que pena, Não sabendo orar, Acendo-lhe um fogo de santelmo para você sentir-se uma helena, Dois pelos irmãos que você pensa que traí, Três pelos pais que você não sabe como perdi, Quatro pelos filhos que você pensa que nunca amei, E um último pela mulher que você não sabe porque deixei, Você tem sido guardiã de humanos e irracionais que engrandeces com aquarelas, E eu um mero protegido sempre vendo-me nas amarelas, Leve para o oriente para onde vais sua vigilância real, E te acompanhará o que é como Deus, Miguel angelical, Jamais irás embora solerte negaceando, Mas pé ante pé de algo maior, E eu seguirei acordando, De pé esquerdo de algo menor, Perdoa minhas zombarias, Perdoa meu desrespeito à sua crença nas três revelações de suas escrituras sagradas, Você é a primeira das três Marias, A primeira das três rainhas magas, Você é antiguerra, A mão do soldado do centro, Onde Deus impera, Onde não adentro.

video