segunda-feira, 19 de setembro de 2016

COPO VAZIO



Texto de autoria de Alceu Natali com direito autoral protegido pela Lei 9610/98. LEIA O TEXTO AO SOM DA MÚSICA DO VÍDEO POSTADO NO FIM. Sem ela, a vida seria um erro (Friedrich Nietzsche) 



Amo ao delírio esta vida airada ao nível da terra, Não invejo a fauna e a flora bêntica do fundo do mar, Nem o voo planado dos pássaros no alto do ar, Por que esperar sozinha por você segurando um copo vazio? Por que dançar sozinha sem você apoiando-me num ombro sombrio? Deliro de amores por esta vida de cão à flor da primavera, Não invejo a mulher unitiva em perpétua beatitude com O Todo-poderoso, Nem a mulher fácil em eterna tentação com O Todo Tinhoso, Por que restituir-me sozinha sem você de objetos corrompidos? Por que contar sozinha sem você com corações partidos? Não passo desta para melhor vida no meio de meus prazeres, Choro por quem sepulta-se num mundo ainda vivente, E por quem nele se cava indiferente, Por que iluminar-me sozinha sem você até receber seu abraço? Por que deixar-me sozinha sem você no tempo e dimensão relativas do espaço? Não passo desta para nova vida em troca de meus afazeres, Lamento quem deste mundo não se alimenta por santidade, E quem por ele morre antes de sentir saudade, Por que atravessar a mais longa noite da vida sozinha sem você por um caminho que você não trilha? Por que procurar sozinha sem você por um diamante que não brilha?

video