sábado, 1 de outubro de 2016

MRS. LIAR, SITTING PRETTY, LITTLE LIES IN A ROW



Texto de autoria de Alceu Natali com direito autoral protegido pela Lei 9610/98. LEIA O TEXTO AO SOM DA MÚSICA DO VÍDEO POSTADO NO FIM. Sem ela, a vida seria um erro (Friedrich Nietzsche);

Todo mundo emprenha pelos ouvidos, Mas eu queria você longe dos meus, De seus pequenos e grandes lábios saem farfalhices e bazófias, Os incautos que caem em suas unhas postas fora, Antes do cruz-credo, Quia absurdum, Adoecem de saber você doente, Viram defuntos matados, Tua ideia de mentira, Representa a mola das mortes, As mães, Filhas e maridas que você enterra, Sem mostra especial de sua frieza, Razão pela qual a esquizofrênica pseudo-intelectualidade, Congênita à falsa mulher e inseparável dela, Não pode deixar estancar o corolário de imoralidades nestes tempos que sublevaram todos seus antigos valores e temores, Ontem você assassinou seu empregado em Nova Iorque, Pediu à sua advogada para lhe ensinar a trasladar restos mortais sem corpo de prova, Hoje você levou um tiro no ombro na porta de sua casa, E precisou de uma prótese que, Verdadeiramente, Mais utilidade teria no lugar de sua leviandade, Não importa o quanto você reza para seu deus universo, Para seus irmãos de longínquas galáxias, Que te observam de longe e de perto, Para seus irmãos da terra, Os que já se foram e os que aqui permanecem, Eles te ouvem, Mas você não cumpre o que promete, Então vou te ensinar a tomar jeito, Pare de importunar a Dra. Fritz de Uberlândia que já vibrou por você várias vezes a pedido de seu primo, Deixe em paz seus avós paternos e maternos, Tios e tias, Primos e vizinhos, Pergunte à sua médica e amiga se ela precisa de alguma coisa, Peça desculpas ao seu psicólogo e amigo pelo que você fez ao filho dele, Peça perdão às pessoas que você abandonou, Seu pai, Suas irmãs, Seus filhos, Seus netos, Seu ex-marido, E não pergunte mais à sua amiga espiritual para te abençoar, Não peça mais à sua primeira mãe e ao seu segundo pai para te ajudarem, São tempos difíceis para todos, No céu e na terra, O amor já não é tão cego, Continua difícil de ser encontrado, A amizade desapareceu de vez, E aqueles estrangeiros tolos que ouvem suas lorotas sérios e fiados poderão fazer o mesmo, E como será estar por conta própria? Uma completa desconhecida, Mentindo a torto e a direito, Como uma pedra que rola sem parar para manter mais maridos e mais filhos infelizes no mundo?

video