sábado, 1 de outubro de 2016

ONDE AS ESTRELAS DORMEM

Texto de autoria de Alceu Natali com direito autoral protegido pela Lei 9610/98. LEIA O TEXTO AO SOM DA MÚSICA DO VÍDEO POSTADO NO FIM. Sem ela, a vida seria um erro (Friedrich Nietzsche)


A felicidade amordaçada, Esperançosa e despertada, Devemos ter coragem para sair pelo mundo e encontra-la, Lá em cima na colina, As árvores noiteiras, Altivas, Frondosas e majestosas, Farfalham ao vento que se detêm e faz uma curva para ouvi-las como mulheres rugindo as longas caudas de seus vestidos e saias num grande salão, E os notívagos permanecem em silêncio enquanto as copas e as folhas vergam com a ventania, Agitam-se, Revoluteiam, Contorcem-se, E sacodem-se, Assoviando acima de nossas cabeças, Acima das estrelas ainda acordadas, Devemos ter a determinação para deixar a terra do amor fraternal, Rumar incansáveis quatorze horas, Para lugares quase perdidos, Onde as ruas não têm nomes, Onde os homens querem tirar nossa fé que se fortalece serenamente, Na vastidão deste céu límpido, Azulado, Porque sempre viajamos em todas as nossas recordações, Sempre relembramos bocados de jornadas fracassadas e bem-aventuradas, Que fazemos em nossa terra, Cá tens mais um, Mulher, Um crianço, Que tirei de seu ventre, Para ver as estrelas nascerem, Cá tens mais um, Mulher, Um sonhador, Que dorme pensando onde fica o cativeiro da sequestrada.




video