domingo, 11 de setembro de 2016

OS DEMÔNIOS DE DONA ZENÓBIA (trecho adaptado do livro VALE DA AMOREIRA)



Texto de autoria de Alceu Natali com direito autoral protegido pela Lei 9610/98. LEIA O TEXTO AO SOM DA MÚSICA DO VÍDEO POSTADO NO FIM. Sem ela, a vida seria um erro (Friedrich Nietzsche)


Seu último funeral foi de uma pessoa que caiu no esquecimento da grande família. Estavam presentes seus cônjuges, a viúva, os dois filhos com genros, noras e netos, uma única cunhada, uma escrava voluntária cuja presença é imprescindível para que um enterro seja autorizado, e outra mulher maliciosa para quem aquela serve de dama de companhia. Não se lembra do que o falecido deixou de fazer para ser pouco lembrado. Já houve velórios mais solitários que esses, mas ela já se esqueceu. Desde que seu pai morreu ela esteve apartada de tudo, dos depauperamentos e dos folguedos. Ela guarda uma fórmula para morrer solitária e abandonada, mas não é original. Em nada difere do que fazemos ao longo da vida para granjearmos amigos. Diz ela que você precisa nascer com medo, herdado da mãe enquanto você está em seu ventre. Guardá-lo junto à sua introversão. Rebelar-se aos gritos debaixo de uma mesa. Cultivar a ojeriza pela escuridão. Compensa-la com um gosto para se exibir. Crescer assim, até o fruto amadurecer e cair. E assim ela cresceu e, quando o fruto estava maduro, foi fulminada por uma síncope incubada que só esperava por um sinal da natureza, como o recuo brusco e sinistro do mar se preparando para o arrebento de um tsunami, e por uma oportunidade matreira, como o estouro de um champanhe com um diabo de garrafa chocando sua rolha. Ela foi encurralada nas cordas pela sua própria imagem refletida num espelho e esta lhe desferiu um gancho potente como um rojão de vara que se lançou aloprado da plataforma do seu estomago até bater no teto de sua cabeça, envolvendo-a em completa penumbra e devastando a sua psique com a força de milhares de maremotos. Do que restou de sua personalidade desintegrada não se poderia esperar nem mesmo o renascer de frágeis siriris que voam abobalhados e cambaleando em todas as direções, batendo cabeças e soltando asas, em busca do calor do sol poente no entardecer dos dias de verão e encontram a morte abraçados na luz dos homens. Renegar o que mais amava, o cinema, para colecionar selos, mostra que o que restou de sua mente era bem menos que cinzas. Paradoxalmente, as opiniões de seus terapeutas iam do grandioso, como uma jovem inteligente e capaz de governar uma nação, passando por uma normalidade casuisticamente normal, como uma jovem mulher apta a exercer atividades civis, porém não belicosas, até chegar ao medíocre, como uma adulta com dificuldade para lidar com questões intelectuais, mas apta para desenvolver atividades manuais que exigissem boa coordenação motora. Medíocre, porque na adolescência ela ganhou de seu pai o apelido de menina desastre, um King Midas In Reverse dos Hollies, pois tudo o que ela tocava virava pó, de onde se conclui que o último diagnóstico fazia dela um zero à esquerda. Nem mesmo as generosas vibrações de uma saudosa mulher de nobre semblante e nem o refúgio no matrimônio e na maternidade anos depois graças à tradicional atração pelo ideal coletivo legado pela sua família contribuíram para uma possível reunificação dos dois hemisférios do seu cérebro de que sofreu uma cisão tão irreconciliável como o protestantismo inglês com o catolicismo romano. Seu estigmatizado lado esquerdo, expoente máximo da covardia humana, sobrepujou o seu politicamente correto lado direito, representante de araque do altruísmo e da moralidade, e um dia lhe impôs a mais irresponsável de todas suas atitudes que lhe rendeu a alcunha de criminosa e estelionatária. Ela perdeu tudo o que tinha e tornou-se devedora de mil vezes mais do que tudo que ela poderia ter acumulado durante toda uma vida. Mesmo assim, continuou levando uma vida de bon vivant, como sempre levou, acompanhada de um peso na consciência cada vez maior e insuportável. Ela já conheceu o inferno aqui na terra. Já faz parte do círculo de amizades do capeta que a mantém viva porque, segundo ele, seu sofrimento é doce e deleitoso. Deus não interfere e diz: ‘Se você quiser vir comigo agora, livrar-se-á desse corpo e dessa dor. Mas se ficar e aguentar, todos saberão, através de você, que o demônio existe. A escolha é sua’. Zenóbia decidiu ficar e respondeu a Deus: ‘Escreverei na dor como prova de coragem. Na privação, como prova de desvario. No fracasso que compromete o futuro de quem ainda depende de mim, como prova de irresponsabilidade. Na preguiça e no gozo, como desculpa para minha demência congênita. Já estou condenada pela natureza que, cedo ou tarde, quer você queira ou não, me levará. No meu velório, não espero mais que duas pessoas, se na ocasião elas tiverem adiado meu abandono. Não espero e também não deixo de esperar que haja vida após a morte. Se houver, não me surpreenderei e saberei por quem estarei acompanhada. Se não houver, nunca saberei que não há vida após a morte, mas o mundo ficará sabendo que não existe justiça porque minha maldade terá morrido comigo.



video

ENQUANTO ISSO AQUI NO PARAÍSO


Texto de autoria de Alceu Natali com direito autoral protegido pela Lei 9610/98. LEIA O TEXTO AO SOM DA MÚSICA DO VÍDEO POSTADO NO FIM. Sem ela, a vida seria um erro (Friedrich Nietzsche)

Tem festa de casamento, Mustafá vai desposar 72 belas virgens, De corpos avantajados, Seios grandes, Bem redondos e empinados, E vaginas apetitosas, Elas devem estar dando graças a Alá por terem morrido e, finalmente, poderem experimentar o sexo, mas, se depender de Mustafá, elas não vão ter que esperar dois meses e meio para cada transa, Apesar de ainda estar meio estropiado com o ataque suicida que o trouxe para cá, Mustafá garante que consegue dar umas 3 por dia. A festa será animada por uma orquestra só de animais sob a regência de São Pedro, e ele está puto da vida com a notícia de que o bicho preguiça esqueceu o trombone em casa e já faz duas horas que ele saiu para buscá-lo.

Caralho, como vocês permitiram isso? Aquele monte de merda só vai chegar aqui depois de a festa ter acabado.

E eis que o bicho preguiça surge detrás de uma árvore ali perto e diz:

Olha só, pessoal, se começarem a falar mal de mim eu não vou mais.

São Pedro foi para cima dele para esganá-lo, mas um rabino da cabala que ouvia a conversa segurou o Pedrão e o acalmou:

Não se preocupar, eu ter uma trombone.

Ótimo, mas não quero mais este boçal na orquestra. Você conhece algum outro bicho por aqui que toca este instrumento?

Sim, eu mesma.

Mas esta orquestra é só para bichos.

Não tem problema, eu fazer qualquer coisa por dinheira.

O quê? Você quer cobrar?

Claro.

Rabino filho da puta, você não está mais na terra!

Eu lamenta, mas de graça não fazer nada.

Caralho, até aqui você quer levar vantagem sobre os outros? Aqui é o paraíso e isto é uma festa de congraçamento!

Mas a chefe de vocês dizia que quem der na terra receberá 100 vezes mais no céu e eu ainda não receber nem 10%.

Vocês todos são grandes oportunistas e aproveitadores. Nunca deram nada, só tiraram.

Aproveitadoras são vocês que inventaram uma religião com nossa antiga testamento e não pagaram nenhum royalty para nós.

Olha aqui, rabino filho da puta, pega logo seu trombone e vai lá ensaiar com a bicharada porque a festa vai começar logo.

Mas primeiro o dinheira.

Puta merda, você quer receber adiantado? Você é um puta sacana.

Melhor ser sacana do que ter prejuízo na bolso.

Quanto é?

Aluguel da trombone é 200 libras a hora e meu participação 400 libras a hora. Mas como é festa de terrorista maluco o preço é o dobro.

Puta roubalheira! Vai lá falar com o Escariotis e diga-lhe que eu autorizei o pagamento, e não tente fazer qualquer tramoia com aquele trambiqueiro porque eu fico sabendo de tudo que acontece por aqui.

Tem muita gente na festa e muita gente chegando, E de repente se ouve um enorme alvoroço, É Jesus chegando, cercado de um montão de puxa-sacos pedindo autógrafos. Dizem que ele nunca perdeu uma única festa no paraíso, e que ninguém jamais teve coragem de não convidá-lo. Um admirador, querendo homenageá-lo, pendurou um crucifixo no pescoço dele. Jesus se enfureceu, arrancou o crucifixo, deu um tremendo tapa na orelha do sujeito e se atracou com ele. Mas a turma do deixa-disso logo interveio, e apartou a briga.

Calma Mestre! Pessoal, vamos ter respeito com o mestre, Afinal ele ainda não se recuperou do trauma. Ele  faz terapia há quase 2 mil anos e ainda não recebeu alta.

Serenados os ânimos, Jesus, mais calmo, se dispôs a responder perguntas.

Mestre, por que até agora você não voltou à terra como prometeu?

Isso não depende de mim. Depende do meu pai.

E não é do interesse do seu pai te enviar para lá o mais rápido possível, porque há notícias de que desde que você voltou as coisas por lá ao invés de melhorarem estão indo de mal a pior.

Eu sei. O problema é que ele é brasileiro.

Puta que pariu! Você deve estar brincando!

Não estou não.

E você, Mestre, não tem vontade de voltar para lá?

Eu? Nem pensar!

E o reino dos céus que você prometeu para todo mundo?

Cara, isso aqui é o reino dos céus, Olha só o mulheril que tem aqui?’

Você se separou da Maria Madalena?

Eu nunca fui casado com ela. Era apenas minha amante.

Outro alvoroço é ouvido. Agora é John Lennon quem está chegando, e parece que todos os convidados foram em direção a ele. Jesus, enciumado, perguntou a Paulo de Tarso:

Aquele não é o filho da puta que disse que era mais popular do que eu nos anos 60?

Sim, Mestre, mas...

Vou lá dar uma porrada nele.

Espera, Mestre, deixa para lá. Ele se retratou e depois devolveu para a rainha da Inglaterra sua medalha de Membro do Império Britânico e fez uma grande campanha pela paz no mundo. Depois dos 35, deixou a carreira artística para se dedicar exclusivamente ao seu filho durante 5 anos, e, quando resolveu voltar a gravar, foi assassinado com cinco tiros, sem ter feito nada de mal para ninguém, e boa parte da grana que ele acumulou foi para instituições de caridade.

Jesus, meio invocado, acendeu um baseado e finalizou:

Está bem, vou deixar barato desta vez. Mas se este sujeito metido pisar na bola comigo outra vez eu vou baixar um espírito de porco nele e ele vai passar o resto da eternidade num chiqueiro.

John, literalmente carregado pela multidão, aproximou-se da orquestra e mandou ver:

Ok, bicharada, vamos botar esta gente para dançar. Vamos lá, todo mundo escolhendo uma mulher para um bate coxa.

Mustafá gritou lá de cima do altar:

Se alguém tocar um dedo em qualquer uma das minhas 72 mulheres eu explodo esta porra.

Fica frio, Mustafá, o messias vai cuidar para que ninguém mexa com suas mulheres. Agora guarde estes explosivos para as festas juninas. Vamos começar cantando Big Yellow Taxi.

Big Yellow Taxi? John, não seria Big Yellow Submarine?

Não, cara, agora estou noutra.

Porra, John, você ficou careta depois que parou de tomar drogas!

Cara, não tem nada a ver, e eu sempre me amarrei na Amy Grant. Vocês aí da terra podem colocar a música no começo e cantar junto com a Amy. A letra está logo abaixo.
   
They paved paradise
And put up a parking lot
With a pink hotel, a boutique
and swinging hot spot
Don't it always seem to go
but you don't know what you've got
Till it's gone
They paved paradise
And put up a parking lot
They took all the trees
And put them in a tree museum
And they charged all the people
25 bucks just to see 'em
Don't it always seem to go
That you don't know what you've got
Till it's gone
They paved paradise
put up a parking lot
Hey farmer farmer
Put away your D.D.T. now
Give me spots on my apples
But leave me the birds and the bees
Please!
Dont it always seem to go
That you don't know what you've got
Till it's gone
They paved paradise
When you put up a parking lot
I said you pave paradise
When you put up a parking lot
Dont it always seem to go
That you don't know what you've got
Till it's gone
pave paradise
When you put up a parking lot
Late last night
I heard the screen door slam
And a big yellow taxi
carried off my old man
Don't it always seem to go
That you don't know what you've got
Till it's gone
pave paradise
When you put up a parking lot
Dont it always seem to go
That you don't know what you've got
Till it's gone
They pave paradise
put up a parking lot
Oh na now then a pave paradise
put up a parking lot
Hey steam rolled paradise
you put a parking lot


video